Último programa

Ensino Híbrido: do que estamos falando?

O ensino híbrido já faz parte do contexto da educação contemporânea mundial, e aqui no Brasil há poucas informações ainda sobre o assunto.

Postado em 05/dez/2017.

Confira a relação de programas e temas já publicados! Clique AQUI!

Veja um pouco de nossa história em fotos!

O que foi notícia! (12/dez/2017)

Receba gratuitamente as notícias por e-mail, AQUI


Educadores cobram aprovação da Base Curricular, mas reconhecem importância de pedido de vista de conselheiros

O Globo

Meu filho repetiu de ano, e agora? Saiba o que os pais podem fazer pelo aluno reprovado

G1

Justiça suspende demissões de professores da Estácio

EBC

Leis municipais proíbem temas como sexualidade em escolas

O Globo


Veja todas as notícias do dia AQUI


Notícias para refletir

Pense em trabalhar habilidades, esqueça a profissão

(09/dez;2017) Pesquisa da Pearson traça o panorama do mercado de trabalho em 2030, lista habilidades necessárias e mostra como a educação é a saída para o uso intenso de tecnologia em todos os setores

Porvir

6 tendências de educação para o futuro do trabalho

(04/dez;2017) O futuro do trabalho nos mostra que trabalharemos mais anos e que nossos conhecimentos e habilidades já estarão obsoletos em cerca de cinco anos. Como iremos nos preparar para atuar nesse novo cenário, se grande parte do nosso modelo educacional ainda oferece um percurso formativo distante da nova realidade que se apresenta?
Foi essa pergunta que motivou o time do Grupo Cia de Talentos a realizar um estudo global, entre 2016 e 2017, lançado recentemente, em que levantamos seis tendências para o futuro da educação.

Exame

Facebook lança versão do Messenger para crianças de até 12 anos

(04/dez;2017) O Facebook anunciou nesta segunda-feira, 4/12, uma nova versão especial do seu aplicativo de mensagens para crianças. Chamado de Messenger Kids, o novo app é voltado para crianças com idades entre 6 e 12 anos e é exclusivo para os EUA, por enquanto.
Os pais e/ou responsáveis pela criança é que irão gerenciar o aplicativo do Messenger Kids a partir da sua própria conta na rede social, a começar pela autenticação necessária para a criação de um perfil no app. Com isso, é possível controlar com quais amigos e familiares a criança irá falar pelo software.

IDG Now

Automação ameaça 800 milhões de empregos em 2030, segundo McKinsey

(04/dez;2017) A ideia de que robôs assumirão uma boa parcela de nossas habilidades e talentos no mercado de trabalho não é nada nova. Mas à medida que a inteligência artificial evolui e suporta humanoides que até mesmo recebem cidadania - a robô Sophia da Hanson Robotics recebeu o título do governo da Arábia Saudita - nossos medos ecoam mais próximos.
Um novo relatório compilado pelo McKinsey Global Institute prevê que até o ano de 2030, cerca de 800 milhões de empregos globais poderão ser substituídos pela automação.

IDG Now

Vício em smartphones pode causar danos no cérebro, diz estudo

(01/dez;2017) Além das implicações sociais, o vício em smartphones podem causar danos ao cérebro dos seres humanos, segundo informações de um novo estudo da Sociedade de Radiologia dos Estados Unidos.
O resultado foi que, além de os jovens viciados apresentarem maiores tendências para depressão, ansiedade, insônia e impulsividade, também alterações nos níveis de um determinado neurotransmissor, chamado GABA, e que inibe ou retarda os sinais cerebrais.

Olhar Digital

O pior de todos os medos

(24/nov/2017)) Guerra, terrorismo, fome, pobreza. O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) sabe que questões como essas afligem as crianças e adolescentes do mundo todo. Na soma de todos os itens avaliados, a violência desponta na primeira posição. Ela é considerada a maior preocupação para 67% dos entrevistados, chegando a 82% no Brasil — um lamentável recorde.

IstoÉ

Sete habilidades que você precisará ter no novo mundo do trabalho flexível

(22/nov/2017)) O mercado de trabalho que nós adultos conhecemos passará por uma profunda transformação na esteira de robotização, flexibilização de regras trabalhistas e aposentadoria mais tardia.
Com "homeoffice", novos arranjos de terceirização, contratos intermitentes, menos degraus hierárquicos nas empresas, maiores tetos de aposentadoria, negociações diretas entre funcionários e chefes e o surgimento de tecnologias cada vez mais avançadas, outra dinâmica surgirá.
No Brasil, ainda não conseguimos visualizar todas as consequências da recente reforma trabalhista. Mas parece restar pouca dúvida de que a flexibilização será a nova tônica.

Folha de São Paulo

Para maioria dos jovens, seria muito difícil viver sem um smartphone

(21/nov/2017) Uma nova pesquisa da empresa CommScope mostra que os jovens atuais são cada vez mais dependentes e apegados aos seus dispositivos móveis.
Isso porque aproximadamente 63% dos entrevistados no estudo, com idades entre 13 e 22 anos, disseram que seria extremamente difícil viver sem um smartphone. Os usuários mais frequentes chegam a verificar seus celulares cerca de 30 vezes por hora.

IDG Now

Veja notícias mais antigas que ajudam a refletir AQUI